RISE

RISE é um documentário musical realizado pela vencedora do Prêmio PIPA 2017 Bárbara Wagner e Benjamin de Burca. A produção, que foi em parte resultado do projeto de residência concedido pelo Prêmio PIPA à artista, na Residency Unlimited em Nova York, e que foi também comissionado pelo AGYU (Art Gallery of York University, Toronto), narra o universo musical de jovens poetas, rappers e cantores que se reúnem semanalmente em um centro comunitário em de Scarborough, periferia de Toronto, no Canadá.

RISE – sigla que designa “Reaching Intelligent Souls Everywhere” – é um movimento criado pelo poeta canadense Randell Adjei em torno da prática do spoken-word que desde 2012 promove encontros onde poesia e música são usadas para compartilhar histórias e experiências pessoais. O movimento utiliza o conceito de edutainment (education e entertainment) para expandir o universo cultural de descendentes de africanos e caribenhos que, muitas vezes, são marginalizados pelas origens periféricas e associados à realidade violenta. No filme, Bárbara Wagner & Benjamin de Burca lançam um olhar sobre estes artistas cuja poética subverte os códigos e signos usuais da indústria norte-americana do rap e do hip hop como a glorificação do crime e da objetificação do corpo feminino. Em seu lugar, entram em cena as narrativas do próprio elenco – todo material textual e musical é de autoria desses personagens – que exaltam valores como o amor, o trabalho e a justiça. A performance diante da câmera acontece em uma estação de metrô, parte de uma linha recém inaugurada que permaneceu em obras por cerca de 20 anos. As novas galerias subterrâneas de Toronto simbolizam a conexão do centro da cidade com zonas periféricas como a de Scarbourough, revelando a dimensão alegórica de sua escolha como cenário.