Ilê Sartuzi

Santos, SP, 1995. – Vive e trabalha em São Paulo, SP.
Indicado ao Prêmio PIPA 2021.
Artista Selecionado Prêmio PIPA 2021.

Ilê Sartuzi é artista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Sua pesquisa envolve objetos escultóricos, vídeos e projeções mapeadas, instalações e peças teatrais abordando questões relativas à imagem idealizada do corpo, muitas vezes fragmentado ou construído a partir de diferentes partes; mas também a ausência dessa figura em espaços proto-arquitetônicos e digitais. O interesse pelas artes dramáticas nos últimos anos conferiu uma teatralidade para os objetos e instalações que são animadas por movimentos mecânicos e interpretam dramaturgias e coreografias. A repetição é recorrente seja como elemento construtivo de objetos moduláveis, uma estrutura cíclica, ou como estratégica dramatúrgica.

Participou de exposições em instituições como Videobrasil (2021); Bienal SUR (2021); Homeostasis Lab (2021); Instituto Moreira Salles (2020); SESC (Ribeirão Preto, 2019; Distrito Federal, 2018); CCSP – Centro Cultural São Paulo (2018); MAC-USP Museu de Arte Contemporânea (2017); Museu de Arte de Ribeirão Preto (2020; 2017; 2015); Centro Universitário Maria Antônia (2019); Galeria Vermelho (2017; 2018, 2019); as três em colaboração com o grupo de pesquisa Depois do Fim da Arte que integra desde 2015. Apresentou peças teatrais realizando projeção mapeada de vídeo em espaços como a Oficina Oswald de Andrade (2018, 2020); Itaú Cultural (2019); Teatro de Contêiner (2019) e no TUSP (2019). Trabalhando por mais de um ano em um projeto específico, estreou sua peça sem atores “cabeça oca espuma de boneca” na Firma (São Paulo, 2019). Recebeu o Prêmio PIPA em 2021.

ANEXOS

Videogame Gltiches

Queda

Vedettes

Worstward Ho

Vídeos

Vídeo produzido pela Do Rio Filmes, exclusivamente para o Prêmio PIPA 2021

Para saber mais sobre Ilê Sartuzi,