O INSTITUTO E A ARTE CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA

Tatiana Blass, “Metade da fala no chão – piano surdo”, 2010, video 29’20”, Ed.2/5 +PA

Acreditamos que a Arte tem muitos papéis importantes. Ela serve como um espaço aberto para discutir e experimentar novas ideias e conceitos. Tem o poder de reunir as pessoas. Registra as discussões e inovações mais relevantes ao longo do tempo.

O Instituto PIPA foi criado em 2010 para apoiar, ajudar a documentar e promover o desenvolvimento da Arte Contemporânea Brasileira.

O Prêmio PIPA, a primeira iniciativa do Instituto, se tornou ao longo dos anos mais do que apenas um prêmio brasileiro de arte contemporânea. Tanto os catálogos como os sites , www.premiopipa.com e www.pipaprize.com constituem uma plataforma de pesquisa importante, usada por colecionadores, curadores e galeristas, brasileiros e estrangeiros. Os sites apresentam uma programação diária de eventos culturais, textos críticos, bem como entrevistas em vídeo e páginas biográficas de mais de 450 artistas que participaram do Prêmio desde sua primeira edição em 2010. Esse número aumenta a cada ano com novos indicados ao Prêmio. Este material exclusivo é o que torna o PIPA “a janela para a arte contemporânea brasileira”.

A partir de 2016, quando Luiz Camillo Osorio tornou-se o curador do Instituto intensificou-se o processo de comissionamento e aquisições. Para direcionar a coleção o tema escolhido foi “Deslocamento”, um tema amplo e atual.

A coleção é mostrada ao público através do site, de exposições esporádicas e do empréstimo de obras para outras instituições.

O Instituto ainda promove iniciativas como o PIPA em Casa, série de Podcasts, textos críticos ,video-entrevistas e apoio de projetos e comissionamentos.